NOTA PÚBLICA-ABRACRIM/RJ solidarizando-se aos magistrados

in Manifestos e publicações de atos oficiais da ABRACRIM
0

 

A ABRACRIM-RJ Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas, tomando conhecimento da decisão do CNJ Conselho Nacional de Justiça que determinou abertura de investigação da conduta dos magistrados Rubens Casara, André Nicolitt, Simone Nacif e Cristiana Cordeiro, todos do TJRJ, através de uma Reclamação Disciplinar, por terem os juízes se manifestado “em ato público no Rio de Janeiro, no ano de 2016, contra o impeachment da então Presidente da República Dilma Rousseff”, conforme constante do site do CNJ, vem manifestar, de público, seu incondicional apoio àqueles magistrados, todos juízes que dignificam o judiciário fluminense, repudiando a iniciativa autoritária e equivocada emanada do Conselho Nacional de Justiça que, desconhecendo a honradez, espírito democrático e ideal de justiça daqueles juízes, está sufragando uma injusta e vergonhosa perseguição moral e ideológica, incompatível com o estado democrático.
A Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas – ABRACRIM-RJ, solidarizando-se aos dignos magistrados, repudia essa violência à liberdade de expressão, que desenha contornos de ataque à própria democracia, na medida em que retira daqueles juízes, na qualidade de cidadãos, o direito à livre manifestação do pensamento, corolário dos direitos e garantias fundamentais inscritos na Constituição Federal.
Para além de todos os comentários, a decisão do CNJ é patrulhadora da liberdade cidadã e viola princípios de dignidade humana, motivo pelo qual a ABRACRIM-RJ Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas se coloca ao lado daqueles dignos magistrados, na linha de defesa democrática, para manifestar a nossa mais profunda indignação com aquele ato de inequívoco autoritarismo.

ABRACRIM-RJ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS ADVOGADOS CRIMINALISTAS

James Walker Júnior
Presidente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionado